quarta-feira, 16 de junho de 2010

I am... Maria Bonita

Quando viajei para Natal e publiquei meu post de viagem, em que falei sobre as agruras da vida gay local, um leitor passou a indicação do meu blog para um blogayro potiguar, que por sua vez, recomendou o meu texto aos seus leitores. Para arrematar, o blogayro me dedicou um CD que achei simplesmente impagável. Lembram daquilo que chamei de "pussycat forró", aquele monte de músicas de divas beeshas repaginadas em ritmo nordestino? Pois um produtor local que atende pela alcunha de Mução (ui, será que é um cafuçu-diliça?) resolveu regravar o repertório da Beyoncé todo trabalhado na forrosidade. O resultado ficou hilário e surpreendentemente harmonioso. Conheçam I Am... Maria Bonita!

17 comentários:

Wans disse...

Os cafuçus do nordeste são realmente diliças.
Olha fiquei com medo disso, mas se vc diz que a harmonia ficou boa, vou confeiri em casa.

bj

Paulo Braccini disse...

adorei ... sensacional ... vai por mim que já provei ... os cafuçus do nordeste são tudo de bom meeeeeeesmo ... bem melhores que os nossos aqui do sudeste ... assim podemos concluir que o nobre amigo Mução deve ser óteeeemo ... rs

bjux

;-)

Paulo Braccini disse...

efetivamente #IamMariaBonita

;-)

Diego disse...

Gente, não é que tem uma coisa aí nesse forroncé? Não sei o quê, mas tem.

Se Beyoncilda minguar no mundo, pode vir fazer carreira no Sauípe.

Vaca Jersey disse...

Pussycat forró é coisa que só se encontra aqui neste blog... hahaha!
E, tipo assim, quem vc tá chamando de éguinha pocotó??? Hein? Hahahahahahaa!!!! Hugz, guri tinhoso!

Rafa disse...

Ai...medo disto começar a fazer sucesso por aqui! rsrs E vc tem razão um bom cafuçu é realmente DILIÇA! Abç!

Daniel disse...

A rádio MixFM daqui tem um quadro de trote telefônico chamado de "pegadinha do Mução" em que o autor do trote faz uma voz de velho nordestino.

eu já tinha visto esse vídeo, mas ele combina perfeitamente com a sua descrição da noite potiguar. diversidade cultural é bom, mas acho que fica até feio o pessoal do NE "importar" músicas estrangeiras e adaptar para os ritmos locais.

Lobo Cinzento disse...

Tô besta!

Não é que o som ficou agradável? Eu tava com muito medo desde que ouvi o Paparazzi do Calcinha Preta, mas essas músicas ficaram boas...

Abraços!

ludo diniz disse...

O Mução tá na MixFM há mais de 5 anos. E aqui em SP rola um programa diário dele, com as pegadinhas e esses forrós de fundo.

Tem versão da Alicia Keys, Fergie e até Rihanna.

Eu tenho um CD cheio dessas pérolas do Mução, com algumas pitadas de Calcinha Preta e Stephany, Fez um sucesso enorme em Aracaju.

Uma curiosidade, Mução é filho de ex-superintendente da Receita Federal, a Dona Lina, que saiu brigada com a Dilma porque não quis atender o pedido de dar uma ajudinha aos Sarneys.

dogmanstar disse...

ai, cafus lá de riba é tudo!!
vou ali trocar a calcinha mijada de tanto rir e volto já...

Camille disse...

Tambem gostei do som, estao fazendo milagres nessa area, com bom ouvido, bom gosto e tb com bom humor.
Bjos,
Cam

K. disse...

fiquei um pouco assustado como a dancinha combinou com single ladies em um momento...

Introspective disse...

Pois é, gente, o que surpreende nesse Forroncé é que os dois mundos aparentemente tão diferentes se cruzam bem até demais! Isso que mais chamou a minha atenção.

Quanto à parte dos cafuçus, quem lê meu blog há mais tempo sabe que sou um suuuper entusiasta das classes laboriosas e da beleza nagô! Viva os cafuçus! :D

E tá vendo como o nível dos meus leitores é bom? Já puxaram até a ficha completa do tal do Mução... chique é ser bem informado!

E Daniel, não acho feio o pessoal do NE importar, acho o contrário! É uma forma de eles adaptarem a música ao universo deles, com a letra deles, consumirem aquilo sem se violentarem tanto. Eles estão curtindo os últimos hits, sem deixar de lado a tradição cultural deles, sem se descaracterizarem.

Ruy disse...

Não conta pra ninguém, mas tenho duas versões de músicas internacionais feitas pelo Calcinha Preta...

Sem papo de sociologo, mas acho interessante a multidão que esses artistas agregam, que muitas vezes pagam o shoe, compram o CD e sustentam seus ídolos, sem que esses cobrem 700 pela pista VIP.

Vaca Jersey disse...

Menino... a parte do lápis no olho eu conto só pra ti depois... in private, claro! Hugzão - por trás como tu gosta... haha!

Vaca Jersey disse...

Piqué é nosso rei!
E o Introspective também!
Amém!

Endim Mawess disse...

só podia ser o mução, tambem gostei do trabalh das garotitas