segunda-feira, 8 de setembro de 2008

Rapidinhas européias (parte 3)

::: Você se incomoda com o cheiro de shoyu queimado dos coreanos e chineses fazendo yakissoba na Avenida Paulista? Saiba que poderia ser pior: nas ruas de Berlim, o fedor do currywurst – espécie de salsicha branca preparada com um fortíssimo molho de curry que é o fast-grude típico local – é de revirar o estômago. Se você tiver acabado de almoçar, é preciso muita calma & concentração para não chamar o Hugo ali mesmo.

::: Algo que venho observando desde minha primeira vez na Europa: os motores dos automóveis fazem um barulho diferente dos nossos. Ligados e parados, nossos carros são muito mais silenciosos que os deles – mesmo se compararmos modelos idênticos, fabricados lá e cá. Se me vendessem um carro europeu, eu logo iria à concessionária, dizendo que “tá fazendo um barulho estranho”.

::: Na hora de reparar nos carros europeus, sempre presto mais atenção nos pequenos, com os quais me identifico mais e que estão mais próximos da minha realidade. Lá tem uma porção de supercompactos bacaninhas que não temos por aqui, caso dos Citroën C1 e C2 e do Peugeot 107. As últimas gerações do Corsa e do Clio estão de babar, são carros completamente novos, irreconhecíveis. E mesmo o Peugeot 207 europeu está bem mais transformado e arrojado do que esse nosso truque fajuto chamado “207 Brasil”...

::: Cruzei com um grande número de brasileiros bem jovens, fazendo mochilão na Europa (levando nas costas uns trambolhos de 1,50m de altura e 50kg capazes de entortar qualquer coluna). O curioso é que 100% deles eram cariocas. Num grupinho que encontrei em Berlim, a opinião era unânime: “a night aqui é legalzinha, mas não chega aos pés da Baronetti”.

::: A quem quiser tentar a vida na França, um aviso: o salário mínimo é de 1200 euros – e é bem provável que seja esse o seu salário, trabalhando numa lanchonete ou coisa que o valha. Muita gente ganha esse valor lá. Enquanto no Brasil há muitos pobres, poucos ricos e uma classe média espremida entre eles, a França parece ser uma classe média gigante – um executivo pai de família que ganha “um salário legal” tira 1800 euros por mês. Parece não haver tantos contrastes.

::: Cada povo faz a chuca do seu jeito. Na Alemanha, ninguém tem duchinha no banheiro de casa. Como então os berlinenses fazem para desaqüendar o currywurst acumulado? Com prosaicos balõezinhos de borracha, que eles pacientemente enchem de água pelo biquinho e aplicam, repetidas vezes, até o salão de festas ficar em condições mínimas de uso.

::: Já nos sex clubs e afins, é adotada a modalidade da “chuca industrial por atacado”: há um banheiro especial, com uma daquelas fossas sanitárias no chão, e uma extensa e potente mangueira de jardim (!), apta a explodir intestinos em questão de segundos quando o registro é aberto. Claro que, entre um uso e outro, o bico da mangueira fica mergulhado numa complexa solução de limpeza, desenvolvida especialmente pela Nasa ou whatever.

::: E falando em sex clubs, a melhor pérola da viagem inteira foi a plaquinha que vi pendurada no Lab.oratory em Berlim, no balcão onde você pega suas roupas e paga a conta: Tipping is not a city in China :)

11 comentários:

Gui disse...

Até ensinamentos europeus sobre a chuca esse blog tem. Ah! e o balaozinho se chama, tecnicamente, pêra vaginal.

Ficaadica pra quem tá com passagem comprada...

Anônimo disse...

Tenho um amigo que andava com esse balaozinho na mochila... guess who!

ps. ñ seria chamar o raul?

bjs.
xande

M@noelbr disse...

Td bem rapaz? O motivo dos carros europeus serem "mais barulhentos" é que eles são movidos a diesel, pois a legislação de lá permite que os de passeio sejam equipados com motores que utilizam este combustível. No Brasil, isso só é permitido para veículos utilitários com tração integral (4x4) ou de carga com capacidade igual ou superior a 1t, se eu não estou enganado. O motivo é que aqui o diesel é subsidiado em razão do uso intensivo nos meios de transporte rodoviários, coisa que não acontece na Europa cujos principais meios são o ferroviário e fluvial.
Confira os links a seguir como referência:
http://www2.uol.com.br/bestcars/ct/conversao.htm
http://www2.uol.com.br/bestcars/cons-die.htm
http://www2.uol.com.br/bestcars/pandini/115p.htm

Sobre os carros fajutos vendidos aqui, há também o Ford Ka, cujo modelo europeu em nada se parece com o nacional.

Quer mesmo cair de costas? Veja vídeos de crash tests no site da Euroncap: http://www.euroncap.com/. Você ficará boquiaberto com carros que foram vendidos por aqui como o must, mas que na verdade são tão perigosos como uma Kombi. O Youtube tem vários vídeos também.
Abraço!!!

PS: não sou aficionado por carros... [risos] Imagine se fosse! E não vou perder tempo elogiando o blog se você já sabe que...

David® disse...

Bem, se for pra fazer a chuca desse jeito, prefiro usar a adutora da Sabesp que rompeu perto de casa....limpa até a alma
Bjos

Anônimo disse...

“Tipping is not a city in China”
ah ah ah adorei essa frase!!!!!!

Continua assim! o melhor blog da net!!!!!!

Parabéns!


Luca
Lisboa

wurtsmann disse...

motores a diesel como ja explicou o mecanico acima...
vc esqueceu de mencionar as privadas na alemanha q são uma coisa meio grotesca não?
ah e o currywurst nao é tao mal assim,

Alexandre Lucas disse...

Introspective, mesmo tendo um estilo de escrever completamente diferente do seu creio que as diferenças enriquecem e, sem segundas intenções, gostaria de manifestar minha admiração por estes artigos sobre sua viagem ao Velho Mundo, e sem pudores tolos dizer que os considerei superlativos. Apenas sugeriria um link para galerias de fotos.
Sucesso ao blog e a você no futuro profissional =)

Adelaide disse...

Parabéns pelos teus posts. Adorei. Cheguei aqui pelo de POA.

deco disse...

Thiago:como sempre uma delícia ler seu blog. Eu e Carlos chegamos ontem de Bs.As. Entre as listas de dicas, obviamente estava a sua.Infelizmente não foi possível conferir alguns restaurantes e nem ir no Persico. Ficamos no Freddo mesmo.As dicas do Palemo Soho foram muito importantes.Ficamos num Hostel,o Suites Palemo bacaninha lá perto,na Charcas 4752 ,quarto e banheiro privativo,47 dolares. Tenho outras informações de BUE que gostaria de te passar. Não tenho seu email.abrs.Deco

Jack disse...

Afe, bando de brasileiro cafona... Bregonetti é fueda...

Lib disse...

Tipping IS a city in China for me. Sou muito pao dura e so "tippo" se o servico for espetacular. No mais, estao recebendo para isso. Detestinho.

Aqui em Dubai o cheiro e de incenso arabe misturado com Dunkin Donnuts. De virar o estomago do avesso. Porque esse povo nao come, eles se entopem de porcarias.

No dia que vier a Dubai, vai ver. Na hora em que entra no Mall of the Emirates voce cruza um cheiro de Cinnabon que termina com a barraquinha do incenso seguido por Dunkin Donnuts com Lush chegando ao horrivel cheiro de banha com acucar da sorveteria Baskin Robbins.

Saudades dos chinglings da Paulista. Sou trash e adorava aquele yakissoba de carne de gato.