terça-feira, 18 de agosto de 2009

O maluco dos quatro celulares

Sou uma daquelas pessoas que não conseguem lembrar como era a vida antes do celular. Mesmo me policiando para que as conversas não se alonguem demais, preciso de uma boa cota de minutos por mês. A TIM vivia fazendo promoções mirabolantes para abocanhar uma fatia do mercado, e numa dessas ela acabou me conquistando. Dei uma banana para a Vivo, que sempre foi mercenária e nunca fez a menor questão de prestigiar seus clientes, e peguei na TIM um número de celular tão fácil, mas tão fácil, que eu não quis mais trocar de operadora - pelo menos enquanto não fosse permitida a portabilidade.

Mesmo como cliente da mais barateira das companhias, às vezes minhas contas vêm bastante salgadas. Um dos vilões sempre foi o roaming. Viajo com freqüência para outros Estados, sobretudo Rio de Janeiro, e meu pacote permite míseros 40 minutos de deslocamento. Depois de um feriado marcando praias, festas e peguetes - e recebendo ligações dos amigos de SP que não sabiam que eu estava no Rio - sempre vinha a apunhalada no fim do mês. Quando era Réveillon ou Carnaval, as contas chegavam a bater os R$450. Eu não ganho para isso.

Resolvi então habilitar uma linha do Rio de Janeiro, e esses problemas acabaram. Os amigos cariocas adoraram poder falar comigo pagando tarifa local e eu não precisava ficar controlando o tempo quando atendia ligações. Coloquei o chip num aparelho velhinho da Motorola, então o desapego era total: não havia ônibus perigoso ou caminhada na madrugada que me amedrontasse. Se bobear, o ladrão ia acabar ficando com pena de mim e até me deixaria alguns trocados.

Mesmo eliminando o problema do roaming carioca, minhas contas ainda vinham altas. Antes de aceitar um desconto da TIM e me prender por doze meses, fiz a comparação com outras operadoras, e concluí que a TIM ainda era a mais barata. A Oi dava um bônus razoável, mas a opinião geral aqui em SP é que a empresa deveria colocar um ponto de interrogação na marca - "Oi?" - porque o sinal continua sofrível. Até gosto do fato de a comunicação visual da empresa ser fofa, turquesa e fashion, mas isso não é suficiente para atender às minhas necessidades de consumidor.

Dia desses, eu estava voltando do almoço para o escritório e vi um alvoroço de pessoas na banca de jornal, comprando chips da TIM. O motivo, fui descobrir, era uma promoção chamada Infinity Pré. Você fala com qualquer TIM do Brasil inteiro e paga apenas R$0,60 pela ligação inteira. É menos do que o minuto local do meu plano pós, e nos primeiros três meses o valor é menor ainda: incríveis R$ 0,25. Comprei correndo um chip e passei a usar essa terceira linha apenas para me comunicar com meus amigos TIM. Os que são de outros Estados estão adorando receber inusitadas ligações minhas. E com isso, eu aliviei o consumo da minha linha principal.

Eis que hoje descubro que a Claro também fez uma promoção interessante no pré, chamada 1+30. A cada minuto de ligação tarifada, você ganha 30 minutos grátis para usar em ligações locais para Claro. O bônus máximo é de 30 minutos por dia, que são cumulativos até o fim de cada mês. Basta fazer uma recarga mensal de R$11, e falar com os amigos Claro à vontade - dá 900 minutos grátis por mês.

Resultado: hoje habilitei minha quarta linha de celular. Agora tenho o pós-pago de sempre, com número facinho ("telefone de puta", disseram os baianos), que continuo dando pra todo mundo; um segundo telefone de SP, para falar à vontade com os amigos TIM de todo o Brasil; um terceiro também de SP, só para falar com Claro; e um quarto número, do Rio, que só ligo quando estou dando pinta por lá. Quatro chips para dois aparelhos. Te parece excêntrico? Bem, quando meus gastos mensais com celular tiverem caído de R$300 para R$60, a gente volta a conversar!

26 comentários:

whateveeer disse...

uhauhauha
arrasou.
eu pago 9 centavos por minuto pra ligar pra minha familia no brasil, daqui da irlanda.

qdo fiquei sabendo que era tao barato nao acreditei.

Isadora disse...

hehehe, um pouco complexo, mas parece valer a pena. tenho tim tb, vou ficar de olho nessas promoções.

por enquanto, tenho um chip e 2 celulares, um deles velhinho, pra andar em lugares muito perigosos.

a gente tb pode te ligar pro celular da tim ou é só pra vc ligar pros outros? ;)

beijos!

Introspective disse...

Isa (e a quem mais interessar): todos os meus amigos podem continuar me achando no mesmo celular de sempre - que é o único que estará sempre ativado. Eu é que vou passar a ligar para alguns amigos a partir de números diferentes (os novos)!

Pegante disse...

na mesma frase:
"telefone de puta" ... que continuo dando para todo mundo?

cadê o revisor/editor???

não pude resistir!

Introspective disse...

Pegante, releia a frase: TENHO o pré-pago de sempre, que CONTINUO dando pra todo mundo. Não é "a puta" que "dá" pra todo mundo, sou eu que "dou" o telefone. Entendeu a concordância?

Guy Franco disse...

E tu segue a linha Lacan ou Freud?

Tony Goes disse...

O que é "pré-pago"?

André Mans disse...

melhor ainda será qdo lançarem aparelhos multichipados.

Introspective disse...

André Mans: já existem diversos aparelhos com entrada para 2 chips. Vc recebe ligações de ambos, e na hora de fazer uma chamada escolhe de qual linha quer fazer. Mas no Brasil acho que só existe um modelo, da Samsung, e ele é caro e pouco atraente em termos de funções e design.

Paulo Braccini disse...

kkkk o melhor disto tudo foi o título do post ... O MALUCO ....

BJUX

;-)

Introspective disse...

Num cridito que vc não sabe, Tony!

No celular pós-pago, você usa primeiro e paga depois pelos minutos consumidos (ou por um pacote previamente contratado, mas que envia uma fatura mensal para vc). É o tipo de linha que você tem, com certeza.

No pré-pago, vc compra créditos, carrega-os na linha e vai consumindo conforme desejar. Ou seja, não há conta no fim do mês, não há uma despesa fixa. (Já que as operadoras não vão receber do cliente um $ garantido por mês, elas cobram bem mais caro pelo minuto no pré).

A linha pré-paga foi a responsável pela popularização do celular no Brasil, já que o sujeito pode fazer uma carga simbólica de créditos e ficar meses usando o serviço e recebendo ligações, sem gastar mais um tostão.

Paulo Darcie disse...

Sr. Introspective, sou repórter de um jornal diário daqui de SP e estou fazendo uma reportagem hoje justamente sobre esse fenômeno de se usar mais de um chip. sua história é bem bacana e, se topar conversar um pouco comigo para que au a inclua na matéria, agradeceria.

abraço,
Paulo Darcie
paulodarcie@gmail.com

CriCo disse...

Eu tenho um bichipado... hehehehhe
mas os dois chips são da Claro, um pré e um pós... mas a TIM me salvou horrores ano passado, que morei alguns meses no interior de Sampa e tinha a promoção "Tim + 10", onde se falava 1 minuto e ganhava mais 10 para falar com outro Tim ou fixo. Me economizou um baita dinheiro, ligava todo dia pro Rio e demorava horas. Acho que vou comprar outro da Tim denovo...

Renato disse...

este trecho do texto na mão de um editor malicioso ficaria mesmo engraçado:

"número facinho, telefone de puta... continuo dando pra todo mundo"... rs rs rs

brincadeiras a parte, nem mesmo os ching ling do standcenter inventaram um celular com tanta tecnologia, capaz de armazenar 4 chips rs rs

uma curiosidade: quando você conhece alguém, vc sempre pergunta qual é a operadora? aí fica: paulo oi, ricardo tim, paula vivo....

Camille disse...

Boa idéia, essa da linha do Rio. Mas se voce estiver em SP, nao vai pagar caro quando alguem te ligar do Rio? É como se estivesse viajando nao é? Por que se nao for, vou seguir sua dica e comprar uma tb.
Bjos,
Cam

Introspective disse...

Camille: eu só ligo minha linha carioca quando estou no Rio. Se eu ligasse para receber chamadas dos cariocas aqui em SP, realmente sairia caro, pois gastaria uma fortuna de créditos com roaming.

Se estou em SP, os cariocas ligam no meu de SP e pagam interurbano mesmo. Da mesma maneira que eu pago interurbano quando estou aqui e quero ligar pra eles no Rio ;)

beto disse...

Não fala mal do samsung!
virei fã da marca depois de ter zilhões de problemas com Motorola, Sony Ericsson, etc.
Aí comprei um Samsung, e nunca deu problema, então foda-se o design heheh. Quero um celular que funcione bem... e não pra dar pinta!
E, quando achei o Samsung com 2 chips, migrei para ele na hora. Tá certo que comprei no exterior uns 40% mais barato do que no Brasil.

Só me sinto meio culpado pq uma vez que li a Samsung é uma empresa nada gay-friendly, mas tb acho um saco ser politicamente correto o tempo todo. E vai saber o critério que usaram para determinar isso.

beto disse...

ah, e conta pro Tony que mais de 80% dos celulares no Brasil são pré-pagos... o que explica pq a receita média por celular seja míseros R$25 mensais. ou seja, vc com R$300/mês vale (ou valia) por 12 clientes!

e talvez ele conheça como "celular de cartão".

ou talvez ele não conheça nenhum pobre.

Introspective disse...

Beto, não falo mal da Samsung não. Já tive dois modelos e gostei. Mal mesmo, só falo da Motorola e da LG. A Samsung eu considero como a segunda melhor marca de celulares no Brasil. A primeira, obviamente, é a Nokia. Ninguém mais faz baterias que duram cinco dias!

Marco de BH disse...

OI, Thi. Pqp, meu querido, seus textos são tão deliciosos de ler que quando percebemos que estão chegando ao fim a gente involuntariamente começa a ler mais devagar para durar mais o prazer. rsrs É CLARO, que para prolongar esses momentos não é raro lermos seus posts mais de uma vez. Também porque é preciso tirar deles todas as informações úteis e importantes que vc nos oferece, pois eles sempre nos estimulam a ficar de olho VIVO e não bancar o bobo por ai. E sabe o que mais? Os comentários de seus "convidados" são tão amigáveis que também são um prazer a parte. É bem chato quando essa sessão de comentários passa a ser um espaço para agressões descabidas e gratuitas de parte a parte. Parabéns, meu lindo, pelo sucesso absoluto. Saudade. Saúde! TIM-tim.
obs. Me desculpe pela brincadeirinha infame!!! hehe

Tony Goes disse...

O que é "pobre"?

Marco disse...

Sou a ovelha VIVA (pós-pago, viu Tony) da (minha) turma, e como, ao contrário do Sr. Goes, que não sabe o que é carnê, não tô acendendo cigarro com dinheiro, tava pensando em comprar um cel DUAL SIM.
Ao guglar celulares com esta característica, aparece a observação de que o modelo não funciona na operadora VIVO.
De todas as operadoras a única bloqueada tinha que ser a minha ?
Essa história de ter varios celulares é muito NAOMI pra mim...
Tem um pessoal fazendo lipo em CHIP pra usar dois no mesmo celular, será que essa gambiarra funciona?!

ludo diniz disse...

Pega um Nextel e se joga! Vc fala free no rádio e em ligação local para Nextel. Além de o pacote de minutos (acima de 200) ser muito mais barato do que qualquer outra operadora.
O único problema é não ter a portabilidade (e não pegar em Jericoacoara).

uomini disse...

Só você mesmo pra tornar um assunto como esse tão gostoso de ler! Bjus do seu amigo insone (quase uma e com o pique todo). Cris ;-)

Câmera de Vigilância disse...

O melhor são os comentãrios do Tony: "O que é pré-pago", "O que é pobre"! Me senti diante de Karen Walker...

Introspective, seu texto é ótimo de ler.

Luca Lourinho disse...

Rsss E' por isso que adoro o celulares "dual sim", especialmente no Brasil onde tem essa loucura de regioes telefonicas com tarifas diferentes (mas entendo no final o pais maravulhoso e' tao grande)