terça-feira, 2 de março de 2010

Restaurant Week: muita calma nessa hora

Começou ontem a sexta edição do festival gastronômico São Paulo Restaurant Week. Até dia 14, vários restaurantes da cidade oferecerão menus econômicos com entrada, prato e sobremesa, a R$27 no almoço e R$39 no jantar (em ambos os casos, o comensal é convidado a doar R$1 para o Ação Criança). Bom, isso os leitores mais antigos deste blog já sabem de cor.

Para quem não é tão aficcionado por comida, o site do evento, que traz os menus detalhados das casas participantes, pode ser informação demais de uma só vez. De fato, dá um trabalhão abrir os cardápios de todos os restaurantes, fazer uma pré-seleção e ir eliminando alguns candidatos, até chegar no planejamento perfeito. Por isso, os amigos e leitores mais próximos já se acostumaram a esperar pelas minhas indicações e sugestões, tal como fazem com os cinéfilos em véspera de Mostra.

Até eu, que sou mais empolgado com o assunto, fiquei meio zonzo depois de ler tantos menus. Selecionei 43 casas, usando como primeiro critério os pratos em si. Com base neles, dei uma chance a lugares que eu ainda não conheço, e deixei de lado algumas casas de renome, que não conseguiram me cativar com suas escolhas. Como o investimento é relativamente baixo, a SPRW acaba sendo uma ótima oportunidade para se aventurar por mesas nas quais a gente não costuma prestar atenção. Edições anteriores me trouxeram gratas surpresas, como o Apriori e o Bananeira.

Organizei minhas indicações por dois critérios. Primeiro separei menus de almoço, menus de jantar e casas em que ambos me interessaram (às vezes, os pratos são os mesmos, outras não). Os restaurantes que mais me apeteceram foram agrupados na "primeira divisão", e vou tentar focar primeiro neles; depois, na "segunda divisão", estão outras opções que também me agradaram. Cada link conduz ao respectivo cardápio (descontando-se as panes do site do festival, que sempre acontecem quando os acessos disparam).

ALMOÇO. Primeira divisão: Le French Bazar, Santa Gula, El Patio, Pé de Manga, Caroline, La Pasta Gialla. Segunda divisão: Babette, Bar Brahma, La Table, Vicolo Nostro, Ban Kao, Quintal da Madalena, Quinta do Museu, Casa do Porto, Bistrô Charlô.

JANTAR. Primeira divisão: Filippa, Gabriel, Marigot, La Forchetta, Tomates & Bananas, Na Cozinha, Abruzzi. Segunda divisão: Philippe Bistrô, Cordel, Limonn, Estación Sur, Ferrara, Fox, Florina.

ALMOÇO E JANTAR. Primeira divisão: Apriori (são pratos diferentes), AK Delicatessen (são os mesmos pratos), L'Amitié (pratos diferentes), La Marie (pratos diferentes), Marcel (mesmos pratos), D'Olivino (mesmos pratos). Segunda divisão: Blu Bistrô (parecidos), Ça-Va (iguais), Emprestado (diferentes), Ganesh (iguais), Jow Sushi Bar (diferentes), Matriz Hamburgueria (quase iguais), Robin des Bois (iguais), Piola (diferentes).

[UPDATE: A sensacional costela à Bourguignonne do Le French Bazar e o peixe saint-pierre com creme de limão do AK Delicatessen foram as melhores comidas dessa SPRW, na minha opinião. Depois, veio o curry de filé mignon do Fillipa. Também gostei muito do Vicolo Nostro e do Na Cozinha. O almoço do Quinta do Museu foi bem honesto, mas a atração máxima ali continua sendo a bela vista dos jardins que se tem das mesas, ao ar livre. O ambiente do Santa Gula também valeu mais do que a comida, apenas correta e em porção bem menor do que no cardápio normal. Amigos e informantes elogiaram o Praça São Lourenço (minha mãe amou), o Torero Valese, o Limonn e o L'Amitié. Já no capítulo "not so good", o La Forchetta serviu porções bem menores e sem o brilho habitual. E o Marigot é um restaurante de hotel no pior sentido da palavra: simplesmente insosso. Surpresas ruins como essa chegaram até a me fazer repensar meu interesse na SPRW como um todo. Mas, entre altos e baixos, o balanço da SPRW foi bem positivo: cada vez mais lugares e menus cada vez mais interessantes. Basta saber peneirar.]

5 comentários:

Ivo disse...

Excelente pré-seleção. Quando for ao AK DELICATESSEN e/ou ao FILIPPA, I´m in! :)

Gustavo Miranda disse...

queria conseguir encontrar tempo para aproveitar essa sua seleção. =)

David ®... disse...

nossa...caiu bem sua sugestão...com esse tempinho frio ...sair pra jantar é tudo de bom.

Obrigado por (ter o trabalho de montar este post e) compartilhar as informações.

Bjão

Wans disse...

Aqui perto de casa tem o Gato que ri que tá dentro desse esquema. Vale muito a pena dar um pulo lá.

Thaís disse...

Querido, o jantar no Fillipa valeu a pena (fui com minhas professoras). Se puder, vá. As porções são pra lá de generosas. Grande beijo!