domingo, 13 de maio de 2007

Uma vez Carlota, sempre Carlota

Dia das Mães pede mais do que uma comidinha gostosa: pede um almoço especial, que tenha cara de comemoração e sirva como um mimo para a homenageada e todos aqueles que estiverem paparicando a dita cuja. Por isso, na hora de escolher onde levar minha fã número 1, não tive dúvidas: fui logo para o Carlota, meu restaurante predileto.

Eu e minha mãe amamos o Carlota. A cozinha deles é contemporânea sem ser chata, sem ser aquela mistureba pretensiosa de ingredientes com texturas e sonoridades que dão vertigem. Todas as combinações fazem sentido, até mesmo aquelas que, à primeira vista, deixam você em dúvida. Você logo percebe que está num lugar incrível quando, já na parte de entradas, fica num dilema daqueles: tudo apetece e você não sabe o que escolher. E olha que eu normalmente não ligo muito para entradas, prefiro pedir logo um prato principal e depois uma sobremesa. Mas lá não tem jeito: tenho que pedir entrada, prato e sobremesa, o que acaba sempre terminando em uma conta meio salgada (é por isso que só vou lá de vez em quando).

Em todas as minhas visitas ao Carlota, nunca pude me queixar de falta de novidade. A chef Carla Pernambuco está sempre renovando o cardápio, introduzindo alguns pratos e tirando outros. O problema é que as receitas dela conquistam a gente tão rápido que, quando saem do menu, a gente fica meio órfão. Na última reformulação, a minha entrada predileta acabou indo para o paredão. Chamava-se shumai: uma porção de rolinhos de camarão, shiitake e nirá feitos no vapor e servidos com um molho balinês que tinha um gostinho delicioso de leite de coco e especiarias. Foi uma pena, mas a entrada nova que eu e minha mãe pedimos não deu espaço para lamentações: os bolinhos cremosos de mandioca com camarão, servidos na folha de bananeira, estavam tão gostosos que tivemos que pedir mais uma porção.

Já ficamos felicíssimos com os bolinhos, mas nossa aventura só estava começando. Os pratos principais do Carlota são uma tentação. Minha mãe bem que tentou experimentar alguma coisa nova, e quase pediu o tournedo de atum com centolla fueguina (espécie de caranguejo argentino trazido da Terra do Fogo), molho satay (agridoce) e purê de batatas com macadâmia. Mas não conseguiu resistir ao apelo do nosso eterno favorito: o filé mignon ao molho de vinho do Porto e balsâmico com risoto de figos. É uma combinação improvável, mas deliciosa: o perfume delicado do risoto casa divinamente com o saboroso molho do filé, um chateaubriand alto e suculento. Eu pensei em pedir os camarões crocantes com risoto de presunto de Parma, que já tinha provado e aprovado, mas acabei ficando com o linguado com creme de limão siciliano, cogumelos e batatas sautées, mais levinho (estava gostoso, mas, como era de se esperar, foi ofuscado pelo filé de minha mãe).

A essa altura do campeonato, muitos jogariam a toalha e se dariam por satisfeitos. Mas ir ao Carlota e não pedir sobremesa é um pecado grave e, como o Papa está nos visitando, achei melhor não pecar. Os doces que mais saem são o suflê de goiabada com calda de catupiry (uma criação de Carla que foi muito copiada pelo Brasil afora) e o petit gâteau de doce de leite. São boas sobremesas, mas, na minha opinião, não chegam aos pés da minha preferida, a carlota pernambucana: um delicioso bolo quente e cremoso de banana (praticamente um petit gâteau), acompanhado de gelado de canela. Como não gosto de canela, pedi no lugar do gelado uma bola do ótimo sorvete de coco queimado que eles fazem (e, no cardápio, servem com doce de ovos). E assim, fechei com chave de ouro mais um daqueles almoços que vão ficar na minha memória gustativa por um bom tempo. Não tem pra ninguém: o Carlota é campeão!

5 comentários:

CARIOCA VIRTUAL disse...

SACANAGEM! Me fez inveja e me deixou com água na boca. Como quem não tem mãe caça com namorado, vou dar um jeitinho aqui e outro ali nas contas do cartão e vou levar o Will pruma noite em Carlota! Ai que vontade que dá!

Eduardo disse...

Estava lá tb no dia das mães, cara. Gostei do blog.

Cristiano disse...

Thi...
Acabei de fazer um "macarrão" que, depois deste texto, merece ir pro paredão com 99% dos votos!
Considerar-me frugal passa longe de ser um elogio... é Karma mesmo!
Bjus.

Gui disse...

A caravana do Rio chega a noite em SP, heinn... Vai pro C&C? Vai pro Offer?

Guilherme.Sillva disse...

Hummmm.
Deu água na boca!

abração.
Bem final-de-semana