domingo, 17 de junho de 2007

Nada como um penne caprichado


Uma das massas que eu considero mais interessantes é o penne. Além de ter um formato simpático (e que remete à infância de todos nós), é bastante versátil e permite malabarismos e invenções como poucas outras massas. Quando você quer arriscar uma daquelas experiências solitárias na cozinha, improvisando com as coisas que estão na geladeira, o penne é a massa mais adequada: você pode misturar vários ingredientes sem que o resultado fique pesado demais (como ficaria se usasse spaghetti, fettuccine, farfalle ou alguma massa recheada).

O penne aceita tudo - mais do que isso, é uma massa que pede um toque especial. Ninguém vai a um restaurante comer penne ao sugo (no mínimo, pede-se o penne caprese, aquele com tomate fresco, mussarela de búfala e manjericão, quando se quer algo leve e com cara de verão). Entre os penne de restaurante, meus favoritos são o Normandie, do Ruella, com camarão, shiitake, creme de leite, tomate concassé e manjericão, e a receita que o Spot faz com melão e presunto cru - cremosinha e equilibrada, é um clássico da casa.

A maior parte dos meus amigos que freqüenta o Spot, porém, prefere o penne oriental, feito com tiras de frango, legumes, shiitake, gengibre e amêndoas ao shoyu (para quem quiser, a receita está aqui). Eu pessoalmente não curto muito esse prato e, na semana passada, comi um outro que achei bem melhor, nesse mesmo estilo oriental. Foi lá no À Côté, restaurante da mesma dona do Ruella (que eu já comentei aqui). O penne do À Côté leva camarão, shimeji, aspargos, shoyu, saquê e gengibre e é simplesmente divino - de longe, o prato que mais gostei de lá. Vale lembrar que eles também servem meia porção - ideal para quem vai tirar a camisa na boate logo em seguida. Fica a dica para quem quiser provar.

[Foto: penne com camarão, abobrinha e curry @ La Lupa, Salvador]

5 comentários:

Cristiano disse...

ótima semana pra vc lindo!

AG disse...

Oi... gostaria de entrar em contato com voce. Seus textos são muitos bons. Seu senso crítico, também.

meu email é andre@cenacarioca.com.br
se tiver MSN, me manda, se houver interesse, é claro.

parabéns pelo blog...
[ ]s

Andre Garça

Lourival Lima Jr disse...

Adoro penne também (sem trocadilhos, please).
Um que sugiro é o Penne Mediterrâneo no Mercado Municipal. Agora não lembro o nome do restaurante, mas o prato é esmerado e delicioso. Molho pesto e coberto por castanhas.

Abração,

Lou

Roberto disse...

Adoro penne mesmo, com todos os trocadilhos que vc quiser, hahaha.
Minha versao favorita era um do Ritz, Penne Mediterraneo, nem sei se servem ainda, mas era tudo de bom. Agora pra fazer em casa, um aglio e oglio basico resolve qq situacao!

Gui disse...

Esse oriental do Spot é o máximo. Alias, um dos meus favoritos da vida inteira...rs