sexta-feira, 24 de agosto de 2007

A boa do fim-de-semana


Depois de uma semana massacrante de trabalho, em que estou me sentindo o próprio bagaço sendo cuspido pelo espremedor de laranjas, o mais lógico seria descansar, dormir bem, ficar tranqüilinho. Mas vou fazer o contrário: me jogar em um monte de baladas, porque tenho saído muito pouco e, se descansar o corpo é importante, arejar o espírito também é. E o meu rosto tá ficando muito raro na noite...

Primeiro vou ao Vegas, coisa que não faço há mais de um ano. O Vegas não tem uma programação fixa como o D-Edge, suas noites são totalmente irregulares, então eu acabei não criando o hábito de ir lá. Hoje tocam Serge, Maurício Lopes e Márcio Vermelho. O Serge é amigo pessoal meu e um querido. DJ de electro e electrohouse, foi pupilo do Marcão Morcerf e do Pareto, tem épocas em que o som dele está bem sujinho (e eu fujo), mas hoje o moço já avisou que o set será bem houseiro, como eu gosto. E ele está voltando pro Rio, sua terra-natal, então hoje é despedida. Mau Lopes é praticamente um Mau Mau carioca: tem uma formação musical sólida, passeia por vários estilos com desenvoltura, toca techno, electro, house e o escambau, e atrai uma legião de fãs pra sua residência mensal no Fosfobox. O Márcio Vermelho eu não conheço bem, mas sei que ele foi no embalo dessas modinhas de minimal, microhouse e outras tendências muderrrnas que eu acho um saco e me fizeram parar de freqüentar o D-Edge.

A menos que alguém muito bacana me prenda por lá (ou o set do Mau esteja incrível), na metade da noite vou pra festa que o Glória vai fazer num inferninho do Centrão, na rua Nestor Pestana. Se eu vou pouco ao Vegas, ao Glória vou menos ainda: eles focam demais em electro (que eu não curto) e o povo é um pouco wannabe-fashionista demais pro meu gosto. Mas acho a varanda do clube uma delícia. Como o clube está fechado por tempo indeterminado (por conta de umas exigências bizarras da Prefeitura, que definitivamente não é amiga dos clubbers), eles estão fazendo as noites deles em outros espaços, em esquema mambembe. Curto essa idéia de invadir puteiros, acho essa mistura de decadência e luxúria muito interessante. E hoje, pra incrementar o line up da Alelux (que tem como residentes Alexandre Herchcovitch e Johnny Luxo, daí o nome, caso alguém não saiba), eles chamaram o Mau Mau, que é sempre garantia de música boa e bombação inteligente.

E amanhã, vou dar uma trégua dos muderrrrnos e fazer a festa na The Week. Eles vão trazer de novo o meu querido argentino Aldo Haydar pra tocar. Acho que eles ouviram as minhas preces (ou leram o meu blog?), porque vão colocar o Aldo de novo em esquema de after, mas desta vez começando um pouco mais cedo, às 5h da manhã. Vamos ver se assim a casa aproveita melhor o som dele - começando antes e com a pista mais cheia, ele tem mais chances de fazer o povo se animar e ficar até mais tarde, como um bom after pede. Adoro a TW de manhã, aliás acho que aquilo só começa a ficar bom mesmo da metade da noite pra frente. Então vai ser ótimo. Bom fim-de-semana a todos!

(UPDATE 26/08/2007: o Vegas superou todas as minhas expectativas. Serge tocou um electro houseiro, mas bem elegante e introspectivo; Maurício Lopes arrasou, fez um set de house realmente original, difícil de classificar, bastante sofisticado e dançante; mas foi logo o Márcio Vermelho que me surpreendeu - nada das cabecices de Pareto e Morcerf, e sim um mix delicioso de house, electrohouse e tech house, daqueles que poderiam fazer vibrar uma pista de festival. O lugar estava cheio na medida e acabei me dando tão bem por lá que descartei a festa do Glória. Já na The Week, Aldo Haydar cumpriu bem o papel, mas gostei muito mais do som dele na apresentação anterior. Ontem, ele começou divinamente, bem progressivo e viajante, mas depois foi mudando a linha e chegou a pesar demais a mão em alguns momentos. Faltou progressive pro meu gosto. A casa assimilou melhor a idéia do after - o argentino começou às 5h00, com pista cheia, e dizem que a música só parou de tocar às 10h30. Foi uma noite boa sim, mas quem perdeu a outra visita de Aldo infelizmente não teve uma idéia tão completa de como é bom o som dele.)

[Foto: clube Vegas visto do balcão do bar]

4 comentários:

cam.brz disse...

wow...se jogou mesmo heim? vou aguardar os posts com todas as news de amanhã.

Gui disse...

Mau Lopes é ótimo. Pena que anda com pouca frequencia por aqui.

Alexandre Lucas disse...

O Claudio me fez uns relatos... Fiquei com inveja :) Boa semana!

Notivagus sp. disse...

Olá! Agora inaugurei minha casa também...sinta-se a vontade de me visitar e bater um papo
http://nossasaladeestar.blogspot.com
Bjs