segunda-feira, 3 de dezembro de 2007

As comidinhas do próximo verão, parte 1

Mal começou dezembro e já surgem as primeiras apostas para o verão 2008: qual festa/clube vai bombar mais, que trecho da praia de Ipanema será a bola da vez, qual a sunga certa, qual o hit que vai embalar as pistas. É o tipo de especulação totalmente inútil - e, por isso mesmo, muito divertida de fazer. Estive no Rio no fim-de-semana e arriscarei alguns palpites dentro da minha área favorita: as comidinhas que devem marcar o verão carioca.

Minha aposta: este será o verão das temakerias. Em São Paulo, elas fazem parte da paisagem há uns bons três anos; conquistaram os baladeiros (abrem até tarde e são uma opção rápida e barata), mas, ao contrário do que aconteceu com o Burger King, não chegaram a comover grandes multidões. Talvez porque muitas, como a Temaki Express, fazem temakis horrorosos, com alga ruim, peixe congelado e uma salmon skin que mais parece um pano de prato queimado (até hoje, só conheci uma casa que prestasse, a Ícone).

No Rio, na falta de uma, duas temakerias chegaram com tudo, em plena Rua Farme de Amoedo: a Yiá!, minúscula, fofa e "temática" (a identidade visual é toda inspirada na cultura pop japonesa), e a Koni Store, com um interior modernoso em tons de laranja (que transportou minha mente para o finado Fork, saudoso restaurantinho que funcionou em 2000-2001 em frente ao Galeria Café).

Leves, fresquinhos, saudáveis e baratos, os temakis tinham tudo para estourar no Rio. Primeiro, são uma excelente opção para antes ou depois da praia (as duas casas, espertas, instalaram seus pontos a apenas duas quadras da orla). Depois, como já estamos cansados de saber por aqui, são ótimos quebra-galhos para a larica noturna - ao contrário de SP, o Rio sempre foi muito capenga quando o assunto era comida de madrugada: as únicas opções eram o Cervantes, o BB Lanches, a Fornalha do Humaitá e a Pizzaria Guanabara (que eu pessoalmente abomino).

Não por acaso, as duas temakerias estão vendendo feito água - especialmente a Koni Store, que também tem lojas na Praça Nossa Senhora da Paz (a mais concorrida), no Leblon e na Barra. Dos básicos aos incrementados, os cariocas agora só querem saber de "cone" (é assim que eles falam) - e, com certeza, em questão de semanas a turistada que virá engrossar o contingente das festas vai aderir também. Como é que ninguém pensou nisso antes?

A outra febre do momento atende pelo nome de Yogoberry e fica na Visconde de Pirajá, duas casas antes da Letras & Expressões (ou seja, entre Joana e Vinícius). A casa faz o segundo melhor frozen yogurt que já provei (bate fácil o do America e perde apenas para o da Leo Dolci aqui de SP). Você escolhe entre a versão básica e o surpreendente sabor de chá verde (!) e ainda pode acrescentar coberturas "sólidas", como frutas frescas picadinhas (morango, kiwi, melão, entre outras), pedacinhos de chocolate preto ou branco e até sucrilhos. A casa é inteira branca, com cadeiras de acrílico verde transparente e luminárias laranjas com fios plásticos dependurados, imitando águas-vivas. Bem estilosa. Um funcionário distribui microcopinhos do sorvete na calçada, o movimento na loja vai crescendo - e assim nasce mais um hit de Ipanema.

No próximo post, vou concluir minhas apostas com alguns palpites sobre lugares que devem ferver na hora do jantar.

8 comentários:

Xandecarioca disse...

o que eu acho mais legal é que as temakerias hyparam o tal cone, opção que sempre desprezei nos rodízios japas. realmente tem tudo a ver com o rio. é leve, fresquinho e rápido. poderiam até entregar na praia.

Little Pet disse...

aki no rio viraram hit msm, mas eu ainda nem exprimentei os cones!
=/
deveria abrir um lugar legalzinho no centro que abrisse cedo, pra tipo fazer um after dpois da buati.

Zeca Lima disse...

Little Pet, vc pode tomar café da manhã no botecón logo ao lado da Universal-sur-Mer (adorei, Tony), no? É o maior bapho, uma mistura de HT bêbados de cachaça e HM bêbados de água-de-giselle...mas os atendentes são luxo, e o ovo cor de rosa é o melhor da cidade! rsrsrsrsrs...

Gui disse...

Os temakis sao tudo, mas duvido que o da Farme bata o do Leblon an madrugada...aquilo fica lo-ta-do.

Tony Goes disse...

Ovo cor de rosa!!

EU QUERO!!

Alberto Pereira Jr. disse...

adorooo temaki..
é muito bom..

o frozen do America é bom..
qdo for ao Rio provo essas dicas..

beijao

Vítor disse...

Eu acho esses temakis o que há de pior na culinária japonesa, sério. Acho pooooobre. Mas OK, tem o tal apelo saudável, que, apesar de me dar um certo sono, agrada ao povo.

Já o frozen yogurt eu até gosto, mas acho que não passa dum hypezinho de estação. Quem sobreviver verá.

No mais, vou continuar tomando minha caipivodka de maracujá ou de abacaxi na praia. E tomando sorvete do Mil Frutas, que transcende qualquer estação ou modismo.

Bjs!

OBS: Já foram lançados os novos sabores do Mil Frutas. Tipo imperdíveis.

Alexandre Lucas disse...

O problema é q na alta temporada tudo fica LOTADO :)
A gente se vê sábado?
Abraço!