sexta-feira, 25 de janeiro de 2008

Frutaria São Paulo: de whey protein a frango thai

São Paulo demorou um bocado para entrar na onda das casas de sucos e comidinhas saudáveis, até mesmo por questões culturais. Aqui não existe uma praia de onde se sai a pé para tomar um lanche descomplicado, em pé no balcão. Mesmo depois que vieram as academias e a febre do açaí, é raro encontrar uma casa de sucos nos moldes cariocas - as únicas que me vêm à cabeça agora são a Banana Split, na Paulista, e a Bolado's Sucos, na Joaquim Floriano. A maior parte das opções de "alimentação saudável" daqui são lugares com jeitão de restaurante, onde se come sentado num salão: o Qualyfruit, o Desfrutti, o Açaí. Neles, o cardápio oferece um sanduichinho natural aqui, um açaí com granola ali, uma vitamina da casa e olhe lá. Nem sinal daqueles suplementos de marombeiro que qualquer birosca da zona sul do Rio mistura nos sucos.

Pois bem, esse é o primeiro diferencial da nova Frutaria São Paulo em relação às suas concorrentes: ela serve vitaminas feitas sob medida para quem sua a camisa nas academias. Há várias opções feitas com whey protein, maltodextrina, BCAA e um tal repositor energético chamado Endurox R4 (alguém conhece?). Dá também para juntar no suco uma dose (scoop) de vários suplementos, incluindo três sabores do cultuado Myoplex. Além das misturas para malhadores, há dez combinações terapêuticas, além de smoothies bem bolados - gostei muito do República do Líbano, que leva pêssego, maracujá, abacaxi e sorbet de limão.

Na parte de comes, a Frutaria São Paulo também foge do lugar comum. Ao lado de lanches "clássicos", como aqueles com pastas de atum, ricota e galinha, o menu oferece sanduíches incrementados (salmão com cream cheese e limão siciliano confitado, hambúrguer de frango com creme de cogumelo), omeletes de claras com toque gourmet (shiitake com nirá, aspargos com queijo emmenthal e alho-poró) e pratos quentes bastante interessantes. Tive uma agradável surpresa com o guisadinho de frango thai com missô e cogumelos, leve e muito saboroso, acompanhado de arroz integral (nada mais politicamente correto!) e farofinha de amendoim. Na mesa ao lado, a posta de salmão com geléia de laranja e quinua também chamava a atenção.

Como nem tudo são flores, o serviço da casa carece de ajustes urgentes. O garçom, atrapalhado e nada cortês, anotou meu pedido errado e precisou confirmá-lo duas vezes comigo. Depois, fez menção de levar embora o meu guisadinho enquanto eu ainda estava comendo (sem qualquer justificativa, já que os talheres não estavam descansando paralelos sobre o prato). E para terminar, o desastre maior. Pedimos que o estacionamento fosse incluído na conta (conforme o próprio manobrista havia dito ser possível) e não fomos atendidos; quando questionei o garçom, ele simplesmente pegou uma parte do dinheiro que o meu amigo havia deixado na conta e jogou as notas no meu colo (!), dizendo "ó, para você pagar o estacionamento" (!!!).

Feita essa ressalva, é um lugar bastante recomendável, ao qual pretendo voltar. A casa é toda aberta para a rua, o que dá um certo astral praiano ao ambiente, bonito sem ser arrumadinho demais. As mesas andam bastante movimentadas, mas sem a aporrinhação pré-adolescente do Açaí. A proximidade com o Ibirapuera é estratégica - tanto que há um estacionamento para bicicletas na porta e um link para a programação do parque no site da casa. A Frutaria São Paulo é uma ótima opção em Moema para um lanche antes ou depois de um passeio no parque, uma vitamina depois da musculação ou mesmo um jantar leve numa noite de verão (já sabem minha recomendação: guisadinho thai!).

9 comentários:

Zeca Lima disse...

Adorei a sutileza de (...)ainda estava comendo (sem qualquer justificativa, já que os talheres não estavam descansando paralelos sobre o prato).
Perfect!
Bjos

Vítor disse...

Eu gosto dum restaurante natureba na Al. Campinas... Só não me pergunte o nome. :D

introspective disse...

Vítor: É o Insalata. Muito popular com os cariocas que moram em São Paulo - é meio que um substituto das saladas do Gula Gula :)

Clebs disse...

Eu já gostei do seu comentário:

"certo astral praiano ao ambiente"

Mude-se para o Rio, ontem, please!!! hahahahah

Brincadeirinha!!!

Pelo "que" das vitaminas, imagino que o público deve bombar (literalmente) de malhados e atletas!!!

Abração!

Flavio P. disse...

Oi, Thi! Ótima dica. Só pra constar: tem um outro Bolado's Sucos na esquina da Pamplona com a Lorena!
Abs!!!

/loverthi disse...

Adoro estes diminutivos tipo: guisadinho, rsrsrs, lembrei da ótima tarde que tivemos no Octaviu´s Café, ali na Faria Lima. Saudades de vc gatão

Thi Nery disse...

Tava lendo seu blog (pra variar) e resolvi montar um também, cláro que não com a sua qualidade de textos, ja que o meu objetivo são as receitas...rsrsrs

Beijuuuuus

Too-Tsie disse...

Adorei a desvirginada, nem doeu como a real! hihihi
Suas dicas de Buenos Aires eu achei tão supimpa que salvei o txt para imprimir na minha próxima ida.
Ah e fiquei com uma vontade louca de ir na Frutaria, só espero que não seja lotado de adolescentes e gym rats.

Anônimo disse...

INTRO, SINTO EM VOCE DILEMAS DE ROLAND BARTHERS, ACHO QUE E ASSIM QUE SE ESCREVE!
BOM, EM FRAGMENTOS DE UM DISCURSO AMOROSO ELE USA A RETORICA DE SI MENMO COMO EM NITZE DO ETERNO RETORNO. ESPERO PODER LÊ-LO MAIS VEZES.
AQUI VAI UM ABRAÇAO DE UM SOLITARIO NESSA MULTIDÃO E IMENSIDÃO QUE É SAMPA, DO SEU LEITOR AGORA.SANDRO HENDEL