sábado, 17 de maio de 2008

Pequena seleção de pratos de massa em SP

Quem cultua a forma física e quer um corpo sarado costuma comer muitas proteínas e preferir carboidratos complexos não refinados, como os do arroz integral. Mas, para abastecer o corpo entre uma jogação e outra, nada como um bom prato de macarrão, que desce gostoso e fornece energia. Numa cidade que recebeu tantos imigrantes italianos, eu não tenho a pretensão de fazer um ranking com as melhores massas - São Paulo tem uma infinidade de opções, desde as cantinas do Bixiga e o turístico Famiglia Mancini até endereços venerados como Massimo, Gero, Vecchio Torino, Parigi e Quattrino. Por isso, o que vou listar aqui é apenas uma seleção pessoal de alguns pratos de pasta que eu gosto.

1) RAVIOLI DE CAMARÃO E CHUTNEY DE MANGA AO LEVE CREME DE CURRY [foto] / RAVIOLONI DE CORDEIRO AO MOLHO DO ASSADO E BRUNOISE DE LEGUMES @ Due Cuochi Minha paixão gastronômica do momento, o Due Cuochi faz hoje as massas de que mais gosto na cidade - preparadas na própria casa e servidas com molhos impecáveis. Em breve, vou escrever uma crítica só sobre ele. Esses dois raviolis são muito especiais, mas as porções não são nada generosas: apenas oito unidades no prato. Para quem quiser algo mais substancial, sugiro o bavette alla matriciana com queijo pecorino, também delicioso.

2) LINGUINI COM CAMARÃO E ABOBRINHA @ Ritz Esse sempre foi meu prato predileto no Ritz (junto com o chicken shiitake, que eu peço raramente, porque só é servido às segundas-feiras). O linguini vem com um creme levinho, um toque de pimenta caiena, cenoura, cebola, abobrinha e carnudos camarões. Ultimamente, porém, tenho me surpreendido ainda mais com o linguini com cogumelos (que está em vias de se tornar meu novo favorito). As massas do Ritz ficam ainda mais gostosas com o queijo de ótima qualidade (acho que é grana padano) trazido à mesa para que você mesmo rale sobre seu prato.

3) PENNE COM MELÃO E PRESUNTO CRU @ Spot O Spot tem um menu bastante enxuto, apoiado em receitas simples, que exploram o sabor de poucos ingredientes. Esse prato virou um dos clássicos da casa. Os ingredientes são fáceis de encontrar, mas não adianta tentar fazer em casa: tem algum segredinho ali que deixa o penne deles inigualável! Você pode pedir em dois tamanhos (o pequeno é conveniente para quem ainda tem uma longa noite pela frente).

4) PAPPARDELLE ORIENTAL @ Duplex Bistrot Todo mundo ama o penne oriental do Spot, mas eu acho a versão do Duplex bem melhor. Aqui, eles usam pappardelle (aquela massa comprida bem larga, que é minha predileta) e o molho oriental é escuro e bem saboroso, com shiitake e amendoim.

5) PENNE-CAMARÃO-SHIMEJI-ASPARGOS-SHOYU-SAQUÊ-GENGIBRE @ À Côté O À Côté é o restaurante mais recente (e vistoso) de Danielle Dahoui, dona do ótimo Ruella e antiga responsável pela cozinha do Bar d'Hôtel carioca. Essa é talvez a massa mais "diferentona" da minha lista: a redução de shoyu, saquê e gengibre dá um tempero bem intenso aos demais ingredientes. Também vem em dois tamanhos, mas, ao contrário do Spot e do Ritz, o pequeno é ridículo, no limite do desonesto.

6) CAPPELLETTI DE CARNE AO MOLHO ROSÊ GRATINADO @ Pasta & Vino O Pasta & Vino é uma mão na roda: um dos poucos restaurantes de qualidade que funcionam 24 horas por dia na cidade (inclusive citei no meu roteiro 24hs para a revista DOM). Peço sempre esse prato, que vem à mesa no melhor estilo cantina: fumegante, com o saboroso molho rosê borbulhando e bastante queijo gratinado por cima. Duro é conseguir esperar esfriar para começar a comer.

7) PENNE NORMANDIE @ Ruella Essa ótima receita do Ruella leva camarão, shiitake, creme de leite, tomate concassé e manjericão. Não tenho certeza se ele ainda continua no cardápio, que estava prestes a ser reformulado. Se não estiver, é bem provável que eles preparem se você pedir (afinal, o serviço da casa não poderia ser mais fofo e atencioso).

8) GNOCCHI LEGNANO @ Piola Como a pizza do Piola segue o anêmico padrão italiano (ou seja, pouquíssimo molho e economia de ingredientes na cobertura), muitas vezes acabo preferindo comer macarrão. O gnocchi deles é bem delicado e essa é uma versão mais suave do molho quatro queijos: enquanto a mussarela, o parmesão e o provolone se sobressaem, quase não há gosto de gorgonzola (ainda bem). A porção também é miserável.

9) RAVIOLI DE CORDEIRO AO MOLHO DE FUNGHI @ La Pasta Gialla Antes de o Due Cuochi aparecer, era no La Pasta Gialla que eu ia quando queria comer uma massa mais incrementada. É difícil escolher entre tantas opções: além desse ravioli, tem também agnolotti de funghi ao emmenthal, spaghetti ao pesto com camarão e, para quem gosta, um tagliatelle de azeitonas pretas (urgh!) com bacalhau, brócolis e tomate seco. Se estiver acompanhado, vale a pena dividir uma das bruschettas do menu (sugiro a pizzaiola).

10) CAMBURI @ Mestiço Não tem massa mais simpática do que o farfalle, conhecido popularmente como "gravatinha". No Mestiço, o Camburi é preparado com um molho rosado, cremoso e ao mesmo tempo muito leve, de salmão, brócolis e manjericão. Eu não como brócolis, mas não tem problema: os pedaços da verdura são apenas colocados por cima, sem empestear a comida, então dá para separar numa boa.

11) RAVIOLI RÁSCAL @ Ráscal O Ráscal é um lugar excelente para ir em grupo. Por um preço fixo por pessoa, você tem acesso a uma caprichada mesa de antipastos [ou seria "antepastos"? e agora?], com iguarias como cogumelos recheados, ceviche de salmão, atum semicru com molho teriaki e saladas variadas, e a uma estação de massas, finalizadas pelo cozinheiro na sua frente. As opções mudam todos os dias, mas uma é fixa: o ravioli ráscal, massa verde recheada de mussarela de búfala, com molho de tomates frescos e manjericão. Para dar seu toque pessoal, você pode salpicar parmesão, mussarela de búfala ou queijo de cabra ralados.

Endereços: Due Cuochi. Rua Manuel Guedes, 93, Itaim. Ritz. Al. Franca, 1.088, Jardins. Spot. Al. Ministro Rocha Azevedo, 72, Consolação. Duplex Bistrot. Rua Melo Alves, 445, Jardins. À Côté. Rua Bela Cintra, 1.709, Jardins. Pasta & Vino. Rua Barão de Capanema, 206, Jardins. Ruella. Rua João Cachoeira, 1.507, Itaim. Piola. Al. Lorena, 1.765, Jardins (também em Moema e Higienópolis). La Pasta Gialla. Rua Pedroso Alvarenga, 528, Itaim (também em Moema e nos Jardins). Mestiço. Rua Fernando de Albuquerque, 277, Consolação. Ráscal. Al. Santos, 870, Paraíso (também em vários shoppings).

13 comentários:

luka disse...

o penne do Spot tem receita aqui oh
http://vejasaopaulo.abril.com.br/restaurantes/atracoes/at0114655.html?codEstabelecimento=59e55705dd33d010VgnVCM1000000b0417ac____&nomeCategoria=Restaurantes&numeroLogradouro=72&cep=01410-000&nomeEstabelecimento=Spot&codAtracao=0254e6614626e010VgnVCM1000000b0417ac____&enderecoID=57f5e6614626e010VgnVCM1000000b0417ac____&servicoID=48f5e6614626e010VgnVCM1000000b0417ac____

ludo disse...

adoro seus posts gordos

roseven disse...

Para somar: o penne ao limone do spot é incrivel!!!

GUI SILLVA disse...

algumas dicas já anotadas!!!!!

Gustavo M. disse...

Querido!
Eu gosto de receber seus comentários porque são construtivos e dão um 'outro lado' à coisa. É uma boa dimensão! Sua descrição sobre A Lôca é corretíssima. E eu gosto de lá na quinta e no domingo exatamente por isso. Só não coloquei 'no papel'. Só para justificar: embora eu não goste da Blue e da Tunnel, acabei colocando no roteiro porque as pessoas sempre perguntam. Mas, tipo, achei honesto dizer que eu não gostava (e isso deixava explícito que a minha descrição era completamente subjetiva). Não se acanhe não, meta o bedelho onde quiser, a casa é sua e eu adoro quando as pessoas vão além do que eu consigo enxergar!
Beijo!

Klero disse...

Ah. =(
eu não como massa... (mentira, eu como macarrões e pizza. as demais, dispenso)

vou esperar o roteiro "pós balada, para recuperar energias antes de ir dormir".... ;-)

Gui disse...

Ai, jesus!
Muita coisa pra fazer, comer, beber, ferver...ne?

Estefanio disse...

E você sabia que se digitar 'autorama gay' no google imagens aparece sua foto?

huauhahuauhhau
Achei digno!!

Too-Tsie disse...

uia aparece mesmo!
Sabe que nesse findi experimentei o La Pasta Gialla lá no Morumbi Shopping?
A "sugestão" do dia era uma picanha com risoto. A picanha estava divina, super saborosa. O risoto não tava ruim, mas era marromeno. Média 5, passou raspando hehe.
Gostei do lugar, sem aquele barulheiro da praça de alimentação e na ala fashion.

Ah, e acho que da próxima vez eu irei ficar só com o antepasto, só com isso dá pra forrar bem o pandu.

Paulo disse...

Fiquei salivando só de ler esse post!!! Valeu pelas dicas, alguma delas eu não conhecia!! ;-)

beijão!

Anônimo disse...

UMA SUGESTAO,PODERIA ESTAR COM OS PREÇOS DOS PRATOS, NAO SOU DE SAO PAULO E NAO SEI ATE HOJE SE O RITZ OU SPOT CABEM NO MEU BOLSO.

Anônimo disse...

estou atrasado porque só achei o post pesquisando no google, mas se alguém ainda ler, sugiro incluir o gnocchi com braciola do Buttina...melhor que já comi em SP...abs

Introspective disse...

O Buttina eu acabei indicando em outro post, sobre lugares em SP para almoçar ao ar livre. Dá uma olhada! Lá é uma delícia mesmo.