quarta-feira, 3 de setembro de 2008

Rapidinhas européias (parte 1)

Certa vez, um blogueiro e amigo muito querido achou "fabuloso" o meu "nível de detalhe" ao advertir meus leitores de que os saleiros de Buenos Aires tinham furos mais largos que os nossos. Fiquei entusiasmado com a reação dele e resolvi fazer três posts listando alguns detalhes - curiosos, interessantes ou absolutamente inúteis - que fui coletando em meu giro pela Europa.

::: Atualizar o blog lá fora é um estorvo. Além de não possuírem os sinais de acentuação do português e o cedilha, os teclados gringos têm as letras dispostas de forma diferente do padrão norte-americano que usamos no Brasil. Na Alemanha, o Y no lugar do Z não atrapalha tanto; pior é digitar na França, onde, entre outras diferenças, o Q no lugar do A trqnsformq q nossq redqcqo numq verdqdeirq bqguncq.

::: Diz o clichê que francês não toma banho – o que explicaria sua expertise para desenvolver os melhores perfumes do mundo. Pude constatar que isso é pura lenda: eles tomam banho todos os dias (quer dizer, pelo menos no verão). Mas jamais usam desodorante – o que pode ser uma lástima ou uma bênção, dependendo do seu ponto de vista.

::: Não gosto de cerveja, o que desde moleque me transformou em um estranho no ninho em meio às cervejadas e churrascadas da sociedade hétero. Mas na Alemanha abri uma exceção com a Beck’s Green Lemon, uma cerveja clarinha, suave e com gosto de limão, bem refrescante. Finalmente pude posar de bofe e entornar várias brejas sem fazer cara de “estou bebendo cera de ouvido”.

::: Como há anos cortei os refrigerantes da minha vida, hoje nem consigo achar essas bebidas refrescantes como antigamente (o gás até me cai mal). Sempre que viajo, adoro provar suquinhos, refrescos, isotônicos e afins. Vejo aquela latinha com uma imagem de um monte de frutas e já fantasio um coquetel bem tropical. Mas na Alemanha, foi um trauma atrás do outro: todos os refrescos de lata ou garrafinha têm gosto de remédio... e gás (mesmo sem aviso na embalagem).

::: Ainda sobre bebidas na Alemanha, lá foi o único lugar onde encontrei Red Cola, uma versão do energético Red Bull que deve ser aromatizada com esse sabor (eles não iam fazer um acordo com a Coca-Cola para misturar a dita cuja em si). Acabei não experimentando, porque pensei que fosse encontrar em todo lugar e deixei para tomar em Barcelona.

::: Amantes de fardas & fardados sempre aproveitam para dar uma boa conferida nos policiais dos países que visitam. E os que mais chamaram a minha atenção foram, sem dúvida, os da República Tcheca: lindos de morrer e com cara de muito severos, o que é altamente umidificante.

::: Já os mossos d’esquadra da polícia catalã são gentis, fofos e sorridentes, como se espera dos nativos de Barcelona. Sempre jovens, com tatuagens, brincos e piercings, têm aquela carinha de quem anda de skate e pega onda nas horas vagas. Isso se também não curtirem uma jogação forte nos dias de folga.

::: A decepção mesmo ficou com os policiais alemães. Esqueça as lindas fardas verde-oliva da antiga República Democrática Alemã (que hoje dá para descolar em lojas de segunda mão). O uniforme oficial pós-unificação é uma farda bege-clara completamente apagada e sem graça, que deixa aqueles loiros tesudos com cara de padeiros de Joinville.

12 comentários:

whateveeer disse...

Melhor post ever.

Faça mais!

Anônimo disse...

Sim!!!! o melhor post de todos amei perdidamente!!!
Parabéns

Luca

Lisboa

Clebs disse...

- Fui desavisado usar o computador na França e demorei hoooooras para escrever um simples e-mail. Colocar senha então, um martírio.

- Amo franceses, mas eles fedem muuuuito. Andar de metrô é uma aventura olfativa.

- Melhor cerveja que provei na minha viagem, foi a cerveja de morango em Londres...Na Bélgica é tudo muito bom também. Passei a maior parte do tempo com mais álcool no corpo do que sangue...

- Orangina!! Orangina!!! e Tropicana!! Tropicana!!! Ice Tea de Manga!!! É melhor do que àgua européia, bien sur!

- O melhor das fardas é tirar-las!

- Eu já me contento com um PM carioca, morango com creme... se procurar bem... ACHA!

Tony Goes disse...

Regra no. 1 de viagem: não deixe para depois o que você pode fazer agora. Isso de achar que vai encontrar a mesma coisa em outro país é a maior furada. Gostou, compra (ou toma) na hora. Porque, se você não comprar,nunca mais vai achar. Claro que o contrário também é verdadeiro: se comprar, um segundo depois vai achar melhor e mais barato. C'est la vie.

Obrigado pelo "querido"!

grande beijo

Pegante disse...

teclados franceses são mesmo para enlouquecer qualquer um.
fora as letras trocadas, os acentos, é impossível achar os símbolos de pontuação!

Gui disse...

Thi, vc é o melhor! Eu imagino todos os detalhes junto com voc6e enquanto leio o post.

(Incrivel como somos parecidos no quesito "detalhes". Lembro quando a Lindi comentou no blog que eu tinha reparado na marca da lixeirinha de banheiro da TWR.

Gente, tava la escrito na minha frente. Pra mim foi tão normal..rs

Coisa de doido.)

Anônimo disse...

Padeiros de Joinville foi ótimo.
Xande

Rodrigo disse...

Adorei seu blog. Muito bom gosto e humor delicioso (diferente das outras opções mais famosas do gênero).
Parabéns. :)

charles disse...

altamente umidificante meeeesmo...;))

Ge disse...

putz, então a falta de uso de desodorante não foi só uma alucinação olfativa minha? já tava me achando fresco demais...

Paulo Pires disse...

amei os comentarios...vão me servir de inspiração...beijos

Fernando disse...

Thiago, apesar do post ser antiquissimo (estou devorando os posts antigos), eu tinha que comentar esse:

1) Frances REALMENTE nao gosta de desodorante (tinhamos um amigo aqui do Erasmus que nossa... Era praticamente O Pepe Le Pew).

2) Beck's Green é o que há (tem agora uma de laranja que é tudo)

3) TUDO na Alemanha vem com bolhas - eles AMAM agua gasosa. Até aqui no escritório tem uma maquina com agua normal, e outra gasosa. Percebeu que eles chegam ao cumulo da frescura de terem agua gasosa "wenig", "mittel" e "hoch"? (fraca/media/forte)? Muita frescura... rs

4) O motivo do comentário: sabia que o Red Bull Cola foi proibido porque tinha cocaina na formula? Soube disso quando sai para um bar aqui em Hamburgo, pedi a bebida e o garcom me trouxe a Red Bull normal. Quando fui checar com o cara o porque da troca, o cara me manda esse real. Ou seja, fiquei com cara de padezeiro no local. Foda. :)

5) Policiais: o uniforme dos policais deve mudar por estado entao (sinceramente nao me lembro como eram os Hannover e Berlim). Aqui em Hamburgo eles usam uns uniformes azuis escuro. E muita cara de mau.

AMEI o blog.

Fer