terça-feira, 29 de maio de 2007

Guia da Parada 2007, parte 1A: onde se jogar (na quarta e na quinta-feira)

A partir de hoje, vou escrever no blog vários textos que vão formar um guia completo para a Semana da Parada Gay 2007 em São Paulo. Na parte 1 (dividida em dois posts), vou fazer um apanhado geral das festas e dar meus palpites sobre elas. Vale lembrar que isto é um blog, ou seja, os textos não são verdades absolutas, e sim apenas as minhas opiniões pessoais.

QUARTA, DIA 6

O que rola: A The Week faz uma edição especial de sua noite Babylon com o top DJ Victor Calderone. Os residentes da casa abrem a pista e deixam o povo no ponto para o poderoso long set do nova-iorquino. Outra boate que terá um tempero gringo na programação é a Bubu, com o mexicano Erich Ensastigue. Para as meninas, a pedida é a festa Trackinas, no Tirana, novo e simpático clubinho underground do Centrão (na avenida São João).

Comentário: Victor Calderone é, definitivamente, a atração que mais me empolga em toda a programação desta temporada. O som dele agrada em cheio àqueles que gostam de house progressivo, especialmente da vertente mais dark, épica e viajante, e conquistou fãs muito além dos limites do gueto gay. A apresentação especial que Victor fez na finada Level, em fevereiro de 2003, deixou em êxtase fãs de progressive, como eu, mas frustrou muitos que esperavam ouvir os remixes que ele produziu no passado para cantoras como Madonna. Se você também prefere um som mais "característico de boate gay", é melhor ir ver Eric Ensastigue na Bubu. Ou guardar seu dinheiro e seu fôlego e só aparecer na The Week na sexta, para ver a dupla Rosabel.

QUINTA, DIA 7

O que rola: Este é o único dia em que a The Week não funcionará à noite. É que a casa está reservada para uma versão diurna da festa Diva, para garotas, com os DJs Morais e Marcos Paulo, a banda Meninas do Ressaca e um show de mulatas (!). Ainda sob a luz do dia, duas pool parties disputam a atenção do povo. A conhecida As Meninas terá nomes como Robson Mouse, Demu Mix, Jeff Valle e Felipe Lira [o local ainda não foi divulgado], enquanto a inédita Acqualand levará Pacheco, Will Beats, Grá Ferreira, Fábio Noveletto e Scotty K ao parque aquático Wet N'Wild, a 72 km da capital. E o véio-de-guerra Sérgio Kalil faz a Play Pride no parque de diversões Playcenter, com Paulo Ciotti, Herbert Tonn, Mauro Borges, Kiron e outros. À noite, o primeiro grande confronto da temporada. Na festa Magma, que rola no 1767 Hall (na mesma avenida onde funcionou a saudosa Level), tocam o português Mr. Groove, o carioca Robix e o pernambucano João Neto. Já o tradicional selo carioca X-Demente escolheu como locação o club Pacha (próximo à CEAGESP) e ainda está acertando o line up, que, até agora, conta com a cada vez mais popular Ana Paula e os americanos Alyson Calagna e Chris Cox. É possível que novas atrações sejam anunciadas [update: foi anunciada uma pista 2 com Pareto e Márcio Vermelho].

Comentário: As bolachas não têm nem o que pensar: é Diva na cabeça. A festa já se consagrou em várias edições bombadíssimas e deve reunir boa parte das meninas que realmente importam na cena. E a área externa da The Week é perfeita para festas diurnas. Ou seja: sucesso certo. Já para os meninos, durante o dia me parece mais prudente guardar energias, pois a maratona está apenas começando e a pool party de sábado será muito melhor em todos os sentidos (locação, DJs e público). Para quem insistir em se jogar: a festa As Meninas tem mais experiência e um line up redondinho, mas não ter locação confirmada até agora é mau sinal; a Acqualand é caríssima, o parque aquático é longe pra burro e não serve para nada com esse frio, e no som o Pacheco brilha isolado (sendo que ele já toca todas as noites na The Week); por isso, acho que eu daria uma chance para o Playcenter mesmo - bagaceira por bagaceira, pelo menos essa é bem mais perto.

Já à noite, a briga de foice entre Magma e X-Demente é uma incógnita. A locação da Magma é medíocre (espaço cafona, pista apertada, iluminação ruim), mas me causa simpatia a escalação de um DJ europeu como atração internacional. E a já tradicional distribuição maciça de ingressos vips para os muitos amigos de Marcelo Doom e Emílio Jorge deve garantir um bom nível de beleza na pista. Fabio Monteiro entrou tarde na disputa e até agora não divulgou direito sua X-Demente, mas tem know-how e condições de fazer uma linda festa. O Pacha é uma locação superior, com excelente acústica e uma ampla pista circular em forma de arena, que lembra o Circo Voador. Ana Paula tem uma legião de seguidores; Alyson Calagna já é veterana entre os DJs gringos do segundo escalão que tocam no Brasil, e conhece bem os ouvidos e preferências daqui. Se é para apelar à guerra de vips, Fabio também é cheio de amigos lindos, especialmente entre os saradíssimos cariocas. E ele ainda pode virar a mesa se fizer no terraço do Pacha uma segunda pista, com nomes como Pareto e Gustavo Tatá atraindo um público maior com sua boa house music [update: como eu previa, vai mesmo ter pista 2, com Pareto e Márcio Vermelho, oba!].

5 comentários:

ogigante disse...

Estamos indo pra Ibiza. Resolvemos fugir do gueto nesse pride.

Tony Goes disse...

A Magma está divulgando o Mr. Groove como DJ "europeu", escondendo o fato que o cara é português... talvez tenham medo das bibas pensarem que ele vai tocar o vira. O que, pensando bem, ia ser uma "loucurinha", não?

cris disse...

Fabinho X Doom, a batalha final!
kkkkkk
ótima semana!

Gui disse...

E agora não tem festa do Kalil no Playcenter?! Gente, cada dia tem uma coisa nova...
Até a Parada, devem aparecer mais umas 50 festas...

Na boa, vou pra me divertir. Sem estresse de um milhao e 500 festas, colocon, afff... Muitas compras na Oscar Freire, muitos restaurantes bons, muitos cafés finos que so SP tem...
Adoro.

Bela&Rica disse...

Alguem explica pro Tony Goes que "europa" é um continente e não um país e que Portugal sim é um país e que, entre vários outros, compõe o continente europeu. Bicha, seja LINDA, mas seja de se cortar de LINDA... porque só assim pra compensar essa burrice.