terça-feira, 23 de dezembro de 2008

Urrul, o cinema é nosso!

O surgimento das novas mídias trouxe mudanças fantásticas ao universo da comunicação. Entre as novidades, uma das mais importantes é a participação do público no processo de produção e gestão de conteúdos. Se antes éramos meros receptores estáticos, agora só é passivo quem quer (ueba!). Podemos começar um blog, produzir conteúdos especializados sobre um certo assunto e emitir opiniões de forma independente. Formar uma banda de rock e distribuir nossa música sem intermédio de uma gravadora. Produzir um vídeo e fazê-lo ser visto por milhões de pessoas. Ou mesmo socializar nosso conhecimento participando da redação de uma grande enciclopédia comunitária. Agora, mais uma possibilidade se abre: a de escolher os filmes que queremos ver - não em casa, mas no próprio cinema.

Quem está por trás da novidade é a MovieMobz, uma comunidade virtual que coordena a mobilização de cinéfilos e faz a ponte entre eles e as salas de exibição. A idéia é tão simples, que a gente até se surpreende que ninguém pensou nela antes. Você se cadastra, cria seu perfil, escolhe o filme que quer ver e também o cinema de sua preferência. Isso começa uma mobilização, à qual aderem outras pessoas, entre membros da comunidade e amigos que você convidar. O site gerencia o processo e faz a sessão acontecer (veja como funciona, passo a passo). É a filosofia do "cinema por demanda": a programação das salas, antes imposta pelos distribuidores, passa a ser definida pelo próprio público, que decide o que quer assistir, quando e onde.

E o que assistir? As opções são muitas. Pode ser aquele blockbuster que você não teve tempo de ver e já saiu de cartaz. Ou uma dessas produções gringas bacanas que, por razões comerciais, nem chegaram a entrar no circuitão brasileiro. Ou mesmo aquela fita gay que só passou uma única vez na Mostra ou no Mix e você não conseguiu conferir, porque o horário era inviável ou a sessão lotou. Pode até ser um clássico do cinema - basta que o filme tenha uma versão digitalizada (aos poucos, a comunidade irá formando um acervo digital, que poderá ser exibido ao público). Você escolhe, começa a mobilização e a comunidade cuida do resto.

O consumidor realiza o desejo de ver o filme escolhido no conforto de um cinema e também ganha a chance de conhecer pessoas que têm as mesmas afinidades, tanto na comunidade como na própria sala de exibição - já que todos estão ali unidos pelo interesse por aquele filme. Os cinemas lucram com a possibilidade de adequar sua programação ao desejo de seus consumidores, o que aumenta a taxa de ocupação das salas e gera fidelização. E quem faz filmes também se beneficia, porque passa a ter um canal de contato direto com seus públicos.

O MovieMobz começou em julho deste ano, no Rio de Janeiro, e hoje promove sessões em 122 salas de exibição de 18 cidades brasileiras. Hoje, por exemplo, a comunidade está promovendo uma sessão do filme Juno - um dos filmes mais fofos que passaram esse ano, trailer aqui - no Espaço Unibanco da Rua Augusta, às 22h. A sessão é aberta ao público e o preço é mais do que camarada: R$6, com direito a meia-entrada. Há vários outros filmes com sessões marcadas no site. Iniciativas bacanas como essa precisam ser incentivadas, portanto vamos prestigiar.

8 comentários:

isadora disse...

Thiago, você é o cara das boas dicas! Adorei essa.

Não sabia da existência dessa rede, vi que tem XXY e Persepolis no páreo, dois filmes que eu gostaria de rever.

Vou passar pros amigos!

beijo!

Daniel disse...

eu estou há séculos para me cadastrar no moviemobz! de hoje não passa, eu juro!

Pegante disse...

Muito boa a dica.
Vou me cadastrar e avisar os amigos!

MARCUS disse...

BACANA MESMO A IDÉIA. CHEGA DE TER DE ACEITAR SÓ O QUE DECIDEM QUE DEVE PASSAR NAS TELONAS. AFINAL, A MODERNIDADE TAMBÉM NOS DÁ CERTAS POSSIBILIDADES, NÃO?

Tchynna Cinéfila disse...

é tudoooooooooooo!
aqui em Vix só começa em janeiro. Já vou mobilizar o povo lá no Babado Certo!!! Tô afim de ver umas filmes mais antiguinhos!

saudades de vc!
beijo

www.babadocerto.wordpress.com

Arthur Neves disse...

Parabéns pelo blog!

Paulo disse...

Fala, meu querido!

Passando por aqui pra te desejar um Feliz Natal e um 2009 espetacular!


beijão!

Alberto Pereira Jr. disse...

muito boa a iniciativa né?