terça-feira, 3 de maio de 2011

E o Freddo finalmente chegou

Depois de anos voltando de Buenos Aires com isopores de sorvete na mala, envoltos em muito gelo seco, meus problemas acabaram: a rede Freddo acaba de abrir sua primeira loja em São Paulo, a poucas quadras da minha casa, na rua Normandia (em Moema). Ontem fui conferir a novidade. Os sorvetes chegam da Argentina em caminhões refrigerados, após 2 dias de viagem, e custam aqui bem mais do que na terra natal: o cucurucho de dois sabores sai a R$ 14, o equivalente a AR$36.

Por enquanto, as cubas têm apenas as variações mais clássicas de chocolate e doce de leite, além de alguns sabores cremosos e poucos à base de fruta. Senti falta de vários dos meus favoritos, como crema irlandesa (com licor Bailey's), mousse de chocolate e mousse de limón. Em breve, o leque de opções deve aumentar - haverá, inclusive, alguns sabores desenvolvidos aqui, como brigadeiro e açaí com banana, que serão vendidos também na Argentina. Além dos sorvetes, a loja serve café, sanduíches, pão de queijo, quiches e alguns doces. No início de 2012, a rede abrirá seu primeiro ponto no Rio de Janeiro.

Com a chegada da Freddo, São Paulo fica ainda melhor em matéria de sorvete. Há cinco anos atrás, quando os visitantes perguntavam qual era o nosso melhor sorvete, sorríamos amarelo e respondíamos "Haagen-Dazs", constrangidos. Ou então aquele aguado da Gelateria Parmalat. Agora temos a cremosidade sem igual da Stuzzi, que faz o meu atual sorvete favorito, crostata di mascarpone al limone. A carioquíssima Mil Frutas nos brinda com suas criações sempre surpreendentes. E a Bella Paulista faz um sorvete italiano pra lá de honesto - o de torta de limão quase substitui o da Persicco, a marca argentina que ainda está faltando na nossa vida. Com a Persicco e mais a Itália, do Rio (ah, aquele de torta alemã!), o meu dream team ficaria completo.

8 comentários:

TONY GOES disse...

Tomara que o Freddo traga seu novo hit na Argentina: dulce de leche con Vauquita (cubinhos de doce de leite duro).

Já foi no Baccio di Latte, que fica na Oscar Freire entre Peixoto Gomide e Casa Branca? Dizem que é muito bom.

Daniel disse...

Aí não tem sorvete Itália??? :0

cronicas gulosas disse...

Freddo de dulce de leche é tudo! Agora, conhece o Vipiteno, do Laurent? Sorvete nota MIL, na Manuel Guedes, quase na 9 de Julho. Abs!!

Fernando disse...

Cara,

Ironias do destino, o melhor sorvete que eu comi até hoje é de uma sorveteria de Campinas chamada Sergel. Absurdamente honesto (R$ 3,50 a bola ENORME) e simplesmente delicioso.

Me arrependi de não ter parado na Stuzzi e não ter provado o tal sorvete absurdamente bom, hein. :D (aliás, escrevendo sobre isso)

Beijos,
Fer

Autor disse...

Adoro o Freddo, mas adoro o Itália, aqui do Rio.
Se bem que, ultimamente, tenho gostado mais dos à base de iogurte (que segundo fontes, não tem iogurte, rs) que dominam o Rio de Janeiro.

PS: atrasado, mas adorei o post sobre a historia do Lúcio. Muito bom, inclusive pq conheço bem a região de BH retratada na história, tenho um amigo que mora ali bem em frente ao supermercado citado, hehehe

Daniel disse...

Eu achava que tinha comentado aqui. Não tem Itália em SP??

Anônimo disse...

Thiago,
Adoro sorvetes e ir em sorveterias aqui em Sao Paulo, programa que alguns amigos acham estranho, mas eu nao abro mao. Pra mim, atualmente os meus favoritos sao o Vipiteno (ao lado do Due Cuochi) e uma casa novissima que abriu no final da Oscar Freire, a Baccio di Latte. Essa ultima com certeza a sorveteria mais charmosa que eu conheco, e que serve aqueles sorvetes bem cremosos. O melhor e que as porcoes sao generosas - principalmente quando comparada a mao de vaquisse da parmalat, por explo - e os precos justos, RS 10,00 por 2 sabores. A Stuzzi e uma que eu estou pra conhecer faz tempo e nunca consigo ir. Em breve vou conhecer o Freddo entao.

Abracos

Marcelo

Anônimo disse...

os caras que fala mal da freddo eles tem varios motivos para nao gostar...

1°=é pobre.
2°-nunca foi lá.
3°=nunca saiu do brasil.
4°=é um sem noção.
5°=nunca viu sorvete de doce de leite.
6°=nem se quer sabe o que é doce de leite.
7°=é + um daqueles que so fala porcaria.



ass:um funcionario da primeira freddo do brasil...obs:::é a primeira nao é a segunda nem a terceira simplismente a 1°

1°....