terça-feira, 19 de janeiro de 2010

Carnaval SC 2010: quem, quando e onde

Quando comecei a ir para Florianópolis, em 2004, o Carnaval da ilha era uma opção mais low profile à jogação descontrol do Rio de Janeiro. O esquema era muito simples: os dias na praia Mole, onde um desleixado Bar do Deca reinava soberano, e as noites na única boate da cidade, a Concorde (cuja pista, redonda e giratória, eu apelidei carinhosamente de "drag grill"). Não havia carão, todo mundo baixava a guarda e interagia, e o colocón era bem tímido, só para dar um brilho mesmo. Esse clima leve, aliado ao sabor de novidade e à beleza das praias, foi atraindo mais e mais gays de outras regiões do Brasil.

Eu também gostei da brincadeira, e passei a alternar meus carnavais entre RJ e SC [os prós e contras de cada um, eu analiso aqui]. A cada nova viagem para o sul, o crescimento era nítido. O grande salto foi dado em 2008, quando a ilha deixou de ser um destino regional e ganhou projeção nacional. Enquanto o sucesso de Jurerê Internacional fez com que os mais empolgados e até a imprensa passassem a se referir a Floripa como a "Ibiza brasileira", a cena gay passava a um novo nível com a chegada da The Week, que comandou uma maratona de festas e DJs típica do eixo Rio-São Paulo. Os manezinhos perderam a inocência e começaram a se jogar como gente grande.

Continuo fazendo o meu rodízio, e 2010 será meu quarto Carnaval em Floripa. Como tenho o hábito de planejar as minhas viagens, tratei de fazer um levantamento das festas e DJs que vão agitar a ilha, e dou todo o serviço aqui, para que você, leitor do blog, também possa fazer sua programação. Com tanta coisa acontecendo ao mesmo tempo, um planejamento decente é a melhor maneira de conciliar festas e fervos diurnos, sem se perder pelo caminho.

Tudo indica que não haverá grandes novidades nesta temporada. Para os turistas gays, a The Week continua sendo a opção mais prática e cômoda, e deverá lotar todos os dias, apoiada em DJs residentes e convidados que já são velhos conhecidos do seu público. Correndo por fora, estão o clube Concorde, que só não abrirá no domingo, e a festa E.Joy, que fará uma edição justamente no domingo. A Sunrise, festa do barco que já havia virado tradição no domingo de Carnaval, não será realizada neste ano.

Você acha que já ouviu "Bad Romance" o suficiente? Uma sugestão é juntar um grupo de amigos e se jogar nos superclubes eletrônicos, que receberão top DJs como Hernán Cattáneo, Erick Morillo e Armin Van Buuren. O Pacha fica em Jurerê Internacional, no norte da ilha; já o Warung, o Green Valley e o estreante Blue Coast ficam na região de Balneário Camboriú e Itajaí, a uma hora de carro de Floripa. Tenho amigos (gays) que não trocam o Green Valley e o Warung por nada: afinal, a vibe é incrível e os homens são de babar.

Aliás, mesmo quem preferir não arriscar uma jogação noturna tão distante (e ter que voltar dirigindo para casa depois!) pode dar uma olhada em Jurerê durante o dia: os beach bars Parador 12 e El Divino têm bons DJs animando a praia e muita gente bonita. Outra pedida para quem quer mudar de ares é conferir a Praia do Campeche, que, de dois anos pra cá, vem recebendo os belos que cansaram da Mole.

Aqui vai a agenda de atrações [vou atualizar caso surjam novidades ou alterações]:

QUINTA (11/2) Slam T & Romulo Azzaro, Concorde.

SEXTA (12/2) Life is a Loop, Warung. Erick Morillo, Green Valley. Abel, The Week (casa abre às 23h). Café com Vodka, Jivago. Marcinha & Paty Laus, Concorde.

SÁBADO (13/2) Armin Van Buuren, Green Valley. Kaskade, Pacha. J. Louis & Isaac Escalante, The Week (casa abre às 17h). Danny Verde, Concorde.

DOMINGO (14/2) Sharam (Deep Dish), Warung. Steve Angello, Green Valley. Life is a Loop, Parador 12. Juanjo Martin & Tony Moran, The Week (casa abre às 17h). Ralphi Rosario, Ana Paula & Ale Bittencourt, E.Joy @ Alameda Casa Rosa. Phil Romano, Splash @ Concorde (festa da espuma, só para homens).

SEGUNDA (15/2) Bob Sinclair, Green Valley. Seb Fontaine, Ned Shepard & Nadia Ali, Blue Coast. Hernán Cattáneo, Pacha. Peter Rauhofer, The Week (casa abre às 23h). Tiago Vibe & Joe Welch @ Concorde.

TERÇA (16/2) Luciano, Warung. Kaskade, Green Valley. Gui Boratto, Parador 12. Steve Angello & Moony, Pacha. Chris Cox, The Week (casa abre às 17h). DJ Paulo, Concorde.

QUARTA (17/2) Café Com Vodka, Latitude 27.

20 comentários:

Daniel disse...

Presente, 'fessor!

Não vai ter Sunrise este carnaval? BRO-XAY!
bom, TW tb vai fazer uma pool party a menos este ano. quem sabe assim eu aproveito mais a ilha e menos as festas?
Detalhe que algumas das atrações da TW em Floripa ainda estarão no RJ na semana seguinte ao carnval. Os mais fervidos poderão ir duas vezes em algumas delas.

Danilo Idman disse...

Acho que eu vou pra Floripa também!!!

Too-Tsie disse...

Conheci Floripa em 2004 e já achei que naquela época a cidade não estava dando conta imagine agora.
Mas enfim, carnaval, gente solteira, quanto mais melhor, não?

beto disse...

é... floripa em reveillon e/ou carnaval só em doses alternadas e moderadas. pois a ilha não tem mesmo infraestrutura pra receber tanta gente assim.
já sobre Warung e Green Valley: tenho vários conhecidos HTs (disse conhecidos e não amigos...) que adoram ir lá; isso é motivo suficiente para eu não por os pés.
é EXATAMENTE o tipo de público que quero distância. E Green Valley foi onde Jesus "tocou"... isso não desqualifica qualquer casa e dá uma ótima ideia do público-alvo?
Tô começando a achar que, além dos cafuçus, vc tem uma quedinha pelos plyaboys tb, srsrsr!

Introspective disse...

Beto: A cena eletrônica do Sul não é freqüentada só pela playboyzada. Tem um monte de héteros bacanas, que curtem música eletrônica, são gente boa e tal, numa onda meio parecida com a do pessoal de Buenos Aires. Isso vale especialmente para BC e Itajaí, onde estão o Warung e GV - essas praias respiram música eletrônica e vivem em função dela. Nesse sentido, o rótulo de Ibiza brasileira cabe muito mais para BC do que para Floripa... No mais, eu não tenho preconceitos contra os plays - mas ainda prefiro um bom cafuçu! ;)

Luca Lourinho disse...

Rss...aquele pedaço de Europa chamado Floripa ...ehm pra mim Carnaval sem negao e' uo'! Rioooo

Tiozinho disse...

Carnaval realmente low profile e bom eram (ai, a velha) os do final dos anos 90 e inicinho de 2000. Depois veio a invasão e virou esse carnaval da bahia gay. tipo, nada contra, mas também nada a favor, to preferindo lugares menos óbvios, é questão de gosto.

André Monteiro disse...

OBRIGADO!!! Já sei onde NÃO IR.

Music is my boyfriend disse...

como "ex-gaúcho" que sou, desde muito pequeno passei todos os meus verões nas praias de SC. não piso em Florianópolis desde 2004, quando a invasão dos paulistas já era nítida. e sair de SP para ver a cadjimia inteira na buatchy + bandos de curitibanos e porto-alegrenses azedos, acho que não... Rio, here we go again!

Anônimo disse...

Meu Deus, seus leitores costumavam ser menos ... e mais... Eu heim!?

Imagina!! excelentes dicas!!! excelente carnaval!! eclético, moderno, arejado, tudo de bom! Viva Florianopolis, Praia Mole e TW! kkkkkkkk

Prepare-se, para abraçar a mineirada pois daqui vamos (quase)todossssssss

vou adorar rever meu amigo

A & B

VORNEI disse...

...DELICIA AS DICAS...
QUERIDO TO INDO UMA SEMANA ANTES DO CARNAVAL...COM UNS GRINGOS...
TO COM UM SERIO PROBLEMA DE DICAS PRA COMER.."COMIDA"..TU TEM DICAS DE RESTAURANTES LEGAIS?
OBRIGADO E HAVE FUN....

Introspective disse...

VORNEI: Pode deixar que, quando estivermos mais perto, vou preparar um post com algumas dicas de comida. Vou tentar postar a tempo da sua viagem. Have fun too! ;)

Don Diego De La Vega disse...

Esse meu comentário de agora eu poderia juntar ao que fiz abaixo sobre o BBB...

Vc é um dos caras gays q conheço q adora festas/boates e afins. Eu não tenho nem saco, nem paciência. Teria até pena de gastar dinheiro nisso.

Te falei que fui à TW Rio com uns americanos e que eu não estava aguentando mais? Definitivamente eu detesto esse tipo de local/música/putaria disfarçada....

É uma questão de gosto, pura e simples. Como o BBB.

Anônimo disse...

Amigo
um manezinho da ilha da melhor qualidade me deu a seguinte dica de
restaurantes:
O Barba Negra
Planet
Uma Rosa
Gergilim
So para ajudar em seu post!!!
Beijos
See you

Anônimo disse...

ë uma pena né Intro que esse Don Diego tenha aposentado tao cedo... ia adorar me atracar com ele no escurinho da boite...
hauhauaha
que meu marido não leia isso
kkkkkk
beijos e saudades

Raul disse...

Olha, vou "fazer a velha" que nem o Tiozinho, mas tenho que concordar que o fervo gay em Flops já foi bem mais legal, isso nos anos 90, quando não existia essa "corrida de ratinhos" atrás do êxtase perdido na festa-mais-lôka-da-temporada.
O Bar do Dec realmente sempre foi largado e a trilha, pelo menos até 2005/2006, era de drag music/axé que as "finas" dançam lindas,como se não houvesse amanhã.

E a tal "cena plabyboy" roubou de longe o título de melhor música há muito tempo. Só lamento pras fãs de batchy-cabelo, mas mil vezes dançar Luciano no Warung no meio dos HTs do que ouvir mais uma DJ bombada que veio de Novaiórki e seu som óbvio e datado. Afinal de contas isso a Junior Vasquez já faz há 15 anos e eu pergunto, qual a novidade? Sem falar nas barbies-em-série que assolam essas festas men only (bocejo).

Ahm Thiago, não sei se vc viu/sabe do Jivago ou do Café Das Artes (que eu nem sei se existem mais), mas tem mais coisa acontecendo de legal. Em hora oportuna te aviso.

E boa Floripada pra vc que gosta de perder 5h da sua vida na Av. das Rendeiras na ida e na volta da Mole!
SC já era... sorry, mas é a verdade.

Rio Music Conference waits for me.

Introspective disse...

Raul: O Jivago e o Confraria das Artes existem sim, mas acho que ainda não soltaram a programação de Carnaval. Quanto ao congestionamento nas Rendeiras, estou fora, baby! Já faz anos que eu só me hospedo na Barra da Lagoa, no contrafluxo do trânsito! Só sofre pra ir pra Mole quem quer - ou é muito mal informado! ;)

No mais, quanto às suas considerações musicais, concordo em gênero, número e grau. Por isso mesmo é que eu também estou dando a agenda dos clubes eletrônicos, oferecendo aos meus leitores a opção de fugirem do bate-cabelo (ou caírem de cabeça nele, o que cada um preferir). Cada um tem seus gostos e suas prioridades, não é...

Enjoy Rio! Se precisar de dicas, me avise. Bjs!

Anônimo disse...

LINDINHO, DICAS DE FESTAS PARA O RIO, JA QUE O CARNAVAL DE RUA ANDA MEIO CAIDO!!! BEIJO

Introspective disse...

Anônimo: Bom, a cena muderrrna ainda não soltou todas as infos, mas as festas gays estão a mesma coisa dos outros anos, né? Com a super vantagem de que as comadres finalmente se entenderam e resolveram não marcar festa uma no mesmo dia da outra.

A própria TW, espertíssima, decidiu fazer apenas 3 festas durante o carnaval, e guardar 2 atrações gringas pro finde seguinte, já recebendo os cariocas que terão voltado de Floripa.

Além do bat-cabelo nosso de cada dya, tem o Rio Music Conference, que vai rolar todo dia na Marina da Glória e trazer uns DJs gringos fodões.

Minha sugestão, como sempre, é aproveitar que as opções do Rio são diversificadas e montar um carnaval eclético: um pouco com as barbies, um pouco com as modernas, um pouco com os bofes-eletrônicos-lindos e um pouco com os cafuçus-delícia (afinal, é Carnaval) ;)

Um exemplo? 6a na Maxima; sábado na TW pra ver o Peter Rauhofer; domingo vc manda o Offer Nissim pra PQP e vai fazer a rapa nos cafuçus do Elite (ou vai dar pinta no Sambódromo, porquoi pas?); 2a vc vai ver Sharam e Steve Angello no Rio Music Conference; e 3a vc toma banho de piscina com as barbies na Pool Party da Rosane. Tá bom assim?

Vc pode montar o seu roteiro de outro jeito consultando a agenda completa em: http://www.cenacarioca.com.br

Divirta-se!

Lex Grego disse...

Olha só, será que eu consigo encontrar o Sr. Introspecthive em Floripa esse ano??? =D